ESPÍRITA AMIGO | Lar Bom Repouso

ESPÍRITA AMIGO

  • A PEDRA Entre as coisas mais singelas Dos planos da Natureza, Destaca-se a pedra humilde, Como símbolo de dureza. Se alguém requisita imagem Para a dor de ...
  • O BOTÃO Na extrema delicadeza Da verdura perfumosa, Destaca-se pequenino O tenro botão de rosa. Não há sinal de corola, Vê-se apenas que começa A surgir a flor ...
  • A MUDA Quem penetre no jardim, Quando em plena floração, Não pode dissimular Sincera admiração. Açucenas desabrocham Desdobrando-se em beleza, Mostrando a maternidade Das forças da Natureza. Além do jardim ...
  • O BARRICACHO Por vezes, na atividade Das viagens, do transporte, O animal em disparada Promete desastre e morte. Por mais que sustenha a rédea E colabore o ...
  • A CANGA Pleno campo, céu de anil, Que o sol dourado ilumina, A primavera traz flores De fragrância peregrina. Em tudo palpita o belo Na sublime transcendência, Das ...
  • O REGADOR No trabalho generoso Que se impõe ao lavrador, Destaca-se a parte ativa Que compete ao regador. Modesto, pronto ao serviço, Que se deve à horticultura, Atende ...
  • OS ANIMAIS Na casa da Natureza, O Pai espalhou com arte As bênçãos de luz da vida, Que brilham em toda a parte. Essas bênçãos generosas, Tão ...
  • A USINA Ao lado da queda d‘água, Se existe o rumor da usina, É justo considerar A lição que o quadro ensina. Da corrente que despenha, Aumentando ...
  • A CARPINTARIA Nem todos identificam, No curso de todo o dia, A lição maravilhosa Que vem da carpintaria. Madeira escura e selvagem, Do seio da natureza, Vem de ...
  • O BARRO E O OLEIRO É um exemplo de bondade O esforço nobre do oleiro, Cuja grande atividade Tem a base no lameiro. Muitos sentem aversão Por sua tarefa hostil, Dedicada, ...
  • A DERRUBADA Rangem troncos seculares Aos golpes do lenhador. E’ o machado formidando No impulso renovador. Toda a floresta se agita Em terríveis convulsões, Continua a derrubada Que precede ...
  • O AGULHÃO Na esteira da confusão, Há perigo, o carro empina. São golpes de bois madraços Em horas de indisciplina. Avançam, rumo ao barranco, Atiram-se à revelia, São ...
  • A CANGALHA Nos círculos de serviço, Toda a gente que trabalha Nem sempre sabe entender A nobreza da cangalha. Não fosse ela, entretanto, Que atende, promete e ...
  • A PICARETA No serviço inicial Das construções no planeta, Aparece, indispensável, O esforço da picareta. E’ quase desconhecida Na casa elegante e bela; Pouca gente se recorda Que não ...
  • A ENXADA No conjunto dos trabalhos, A enxada pobre e esquecida E’ uma agulha generosa Que borda o lençol da vida. Com desvelos carinhosos, Faz o berço ...

Instituição Assistencial Espírita